Rua Doutor Alfredo de Castro, 200 - sala 1104 | Barra Funda, São Paulo / SP      contato@yescert.com.br

Cádmio Bijuterias

Conheça os riscos do excesso de cádmio e chumbo em joias e bijuterias

Com muito brilho e preços extremamente atraentes, bijuterias e joias se tornaram peças de fácil comercialização no mercado brasileiro. Embora muitas mulheres não economizem na hora de comprá-las, poucas sabem sobre a presença de metais pesados e dos riscos que o uso de anéis, pulseiras e brincos podem representar à saúde e ao meio ambiente.

Consulta pública

Até o dia 23 de março, o INMETRO deixará disponível para consulta pública o regulamento que estabelece os limites de cádmio e chumbo na fabricação de joias e bijuterias comercializadas no Brasil. O objetivo da consulta pública é receber propostas para a normatização do tema envolvendo os setores ligados à comercialização e importação desses produtos.

Segundo pesquisa recente realizada pelo órgão, joias e bijuterias comercializadas no país apresentaram concentrações de chumbo e cádmio com níveis até 60 vezes maiores do que permitidos na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil até hoje não há uma regulamentação sobre tema.

As quantidades encontradas de ligas de metais contendo essas substâncias em pulseiras, anéis e colares variam entre 32% a 39%. Nos Estados Unidos, o limite de cádmio em joias e bijuterias é de 0,03% e na Europa de 0,01%. Esses parâmetros serviram como base para o regulamento elaborado pelo INMETRO.

Consequência para a saúde

Boa parte das joias e bijuterias vendidas no Brasil com esses metais é importada da Ásia e, em geral, com procedência chinesa. Nos últimos cinco anos, segundo dados da Receita Federal, o Brasil chegou a importar cerca de 29 mil toneladas de peças da China.

Tanto o cádmio quanto o chumbo são substâncias tóxicas que oferecem riscos ao meio ambiente e à saúde. Ambos possibilitam a absorção dérmica, isto é, a absorção através da pele. Quando absorvidos, esses metais são cumulativos e acabam exercendo efeitos tóxicos em nosso organismo. Entre outros problemas, o acúmulo desses metais pode causar doenças renais, no sistema central e hepático.

Consequência para o meio ambiente

Outra preocupação do INMETRO diz respeito ao meio ambiente. O descarte de grandes quantidades como tem ocorrido, devido à baixa qualidade dos produtos, pode ser um fator de contaminação do meio ambiente.

A Portaria regulamentando a certificação desses produtos estabelecendo os limites de cádmio e chumbo deve ser editada em abril. Após a publicação da norma, importadores e fabricantes terão até 12 meses para se regularizarem. Atacadistas e varejistas terão seis meses para escoarem os respectivos estoques.

O INMETRO também pretende agir conjuntamente com órgãos como a Receita Federal e Institutos Estaduais de Pesos e Medidas buscando fiscalizar a entrada de produtos que não estejam em conformidade com as normas brasileiras.

Seu empreendimento importa joias e bijuterias? Faça o controle de qualidade com quem entende do assunto! Clique aqui.

Entre em
CONTATO

Tem alguma dúvida?
Entre em Contato

+55 11 3554.8912
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?

Você já é a 5 pessoa a solicitar uma ligação.

Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 3 pessoa a deixar uma mensagem.

NÓS TE LIGAMOS! Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 5 pessoa a solicitar uma ligação.

Gostaria de receber uma ligação ?

Manda um Whatsapp!

WHATSAPP